Como montar um restaurante
Como montar um Restaurante: Passo a passo para empreender

Como montar um Restaurante: Passo a passo para empreender

Como montar um Restaurante: Passo a passo para empreender

Como montar um restaurante

Hoje vamos fazer um passo a passo simples e completo com tudo o que você precisa saber e fazer para montar um restaurante

O mercado alimentício é uma boa pedida para empreender e obter sucesso. Seguindo o nosso guia, você vai ter todas as informações que são necessárias na hora de abrir um restaurante – além de um checklist para você seguir e não esquecer de nada.

Dados do SEBRAE mostram que o crescimento médio anual dos restaurantes é de 10%, então o setor é promissor.

Assim como todo o ramo alimentício: segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, ABRASEL, a área conta com mais de 350 mil estabelecimentos no país que movimentam cerca de R$4 bilhões por ano.

Então, se você quiser conhecer outras opções de negócios além do restaurante, confira também nossas 11 ideias de empreendimento no ramo de alimentação, como montar um bar e como montar um bar para festas e eventos.

Neste texto, você vai encontrar detalhes sobre:

  1. Tipos de restaurante
  2. Como montar um restaurante: passo a passo
  3. Dicas para ter um restaurante de sucesso
  4. Legislação necessária para abrir um restaurante

Como todo negócio, planejar e se informar sobre todos os passos antes de tirá-lo do papel é fundamental para obter sucesso. Nós vamos te ajudar com isso!

Como montar um restaurante

Tipos de restaurantes

O primeiro passo para abrir um restaurante é definir como ele será e o que você vai oferecer.

Isso precisa ser decidido antes pois afeta toda a estrutura e layout do seu negócio. Além da comida em si, o espaço físico também deve ser levado em conta nessa decisão. As principais opções são:

  • À la carte
  • Self-service
  • Delivery
  • Fast-food
  • Rodízio
  • Típico

À la carte

Nessa modalidade, o cliente irá escolher aquilo que quer comer a partir do que é oferecido no cardápio.

Restaurante A la carte

Self-service

Aqui, ele escolhe entre as opções disponíveis no momento. Geralmente, esse restaurante é muito frequentado no horário de almoço por trabalhadores e estudantes da região.

Restaurante Self-service

Delivery

O cliente recebe o pedido em domicílio.

Como montar um delivery

Fast-food

Este estabelecimento não pretende manter o cliente por muito tempo, afinal proporciona refeições práticas e rápidas.

Restaurante fast-food

Rodízio

Oferecer comida à vontade é um grande atrativo para muitas pessoas. O valor cobrado é fixo e o cliente pode comer aquilo que quiser.

Geralmente, os mais comuns são aqueles que oferecem carnes, pizzas e até mesmo culinária japonesa.

Restaurante Rodízio Churrascaria

Típico

Neste estabelecimento o cardápio, e muitas vezes até mesmo a decoração, é específica de um país ou região. Comida italiana, chinesa e mexicana são alguns exemplos possíveis.

Restaurante típico mexicano

Tendo isso definido, você pode seguir para os primeiros.

Assim, você saberá exatamente qual é a estrutura específica que você precisa para montar seu restaurante – afinal os equipamentos de um self-service são diferentes de um fast-food, por exemplo.

Como montar um restaurante: passo a passo

Definido o seu estilo e o público-alvo, chegou a hora de pensar na estrutura necessária para um restaurante funcionar.

Veja também:  15 ideias de promoções para seu restaurante

Antes de entrar nos utensílios, de fato, é importante lembrar que fornecedores são de extrema relevância em um restaurante – afinal, não dá para faltar um ingrediente que esteja no seu cardápio, não é mesmo?

Mantenha um bom relacionamento e tenha uma lista atualizada e extensa deles.

A decoração do seu restaurante será o seu cartão de visitas. A sua comida pode ser boa, mas seus clientes precisam estar confortáveis na mesa – e, aproveitando o gancho, alguns itens não podem faltar na hora de servir o público: confira como montar uma mesa de restaurante.

Lembre-se de investir em:

  • Mesas
  • Cadeiras
  • Sofá ou poltrona de espera
  • Equipamentos para controle de pedidos, pagamentos e nota fiscal
  • Despensa e armários para armazenamento do estoque
  • Opção de entretenimento e música ambiente
  • Decoração

Pensando na parte técnica, o céu é o limite. Utensílios como liquidificador, geladeira e talheres são fundamentais – mas a lista é grande e tudo depende do seu budget e daquilo que você irá fornecer. Geralmente, os equipamentos mais comuns e que estão em todos os restaurantes são:

  • Fogão industrial
  • Processador de alimentos
  • Chapa
  • Freezer
  • Balanças
  • Espremedores
  • Fritadeira
Utensílios de porcelana ou cerâmica

Aqui, entra também a força humana. Será necessária uma ótima mão de obra para alavancar o seu negócio. O cozinheiro é o funcionário-chefe de um restaurante, juntamente com os auxiliares de cozinha. Você também irá precisar:

  • Caixa (caso você não queira assumir essa função)
  • Garçons
  • Barman
  • Auxiliar de limpeza

Dicas para ter um restaurante de sucesso

Além de caprichar em todos os passos que elencamos acima, alguns pontos devem ser observados com carinho.

De acordo com a ABRASEL, somente 25% dos restaurantes conseguem se manter após o quinto ano de funcionamento. Portanto, confira algumas dicas extras para obter sucesso no seu restaurante:

Planejamento

Saber cozinhar não é garantia de sucesso. Ao montar um restaurante é necessário levar em consideração toda a burocracia e planejamento que há por trás dele, afinal um restaurante é uma empresa.

Localização

A localização do restaurante também é fundamental nesse processo.

Entender os hábitos das pessoas que circulam pela região e definir horários de maior fluxo deve fazer parte do processo do seu empreendimento.

Marketing

Sim, também é preciso trabalhar o marketing do restaurante. Além da divulgação do novo negócio, é preciso caprichar na apresentação do cardápio e nas redes sociais.

Fazer um cartão fidelidade também é uma opção nesse tipo de negócio.

Estoque

Oferecer batata frita no cardápio e descobrir que está sem batata no estoque depois que o cliente fizer o pedido é inaceitável.

Portanto, tenha o seu estoque sempre muito bem organizado – além de uma lista vasta de fornecedores e parceiros.

Atente-se sempre no prazo de validade dos alimentos e na compra da quantidade correta daquilo que será usado em determinado período.

Tratamento diferenciado

Além de oferecer um bom produto final, é muito importante lidar com o seu público da melhor forma.

Então, todos os funcionários devem ser simpáticos e respeitosos com os clientes. É um diferencial que pode te trazer bons frutos!

Veja também:  Estudo de caso: Bar dos Esportes

Legislação necessária para abrir um restaurante

E, por último, mas não menos importante, está toda a parte burocrática que é necessária organizar para que seu restaurante possa funcionar dentro da legislação.

Aqui, a ajuda de um contador é fundamental para que nenhum item fique de fora e atrapalhe o seu negócio. Você deverá se registrar nos seguintes órgãos:

  • Secretaria da Receita Federal
  • Entidade Sindical Patronal
  • Caixa Econômica Federal
  • Secretaria Estadual da Fazenda
  • Corpo de Bombeiros Militar
  • Vigilância Sanitária

O primeiro passo para tudo isso é abrir uma empresa e existem algumas opções com as quais você pode se enquadrar: Microempreendedor Individual, Microempresa ou Empresas de Pequeno Porte.

É a partir dessa escolha que alguns dos impostos serão recolhidos.

Geralmente, restaurantes arcam com os seguintes impostos:

  • IRPJ (Imposto De Renda Da Pessoa Jurídica)
  • ICMS (Imposto Sobre Circulação De Mercadorias E Serviços)
  • PIS (Programa De Integração Social)
  • CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido)
  • COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social)
  • INSS (contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social)

Além disso tudo, é preciso levar em conta que mesmo após estabelecido, o restaurante deve seguir algumas normas para seguir funcionando.

Entre elas estão as descrições técnicas regulamentadas pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas.

O uso obrigatório de embalagens descartáveis para alimentos, controle dos processos operacionais alimentícios e padrões gerais de ventilação da cozinha são alguns dos itens fiscalizados.

Vale lembrar também que algumas leis gerais se aplicam também em um restaurante, como a proibição do fumo em ambiente fechado (totalmente e/ou parcialmente) e a proibição da venda de bebidas alcoólicas para crianças e ou adolescentes. 

Gostou do nosso passo a passo para empreender e montar um restaurante? Siga nos acompanhando para receber outras dicas do setor alimentício.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
Tenha acesso a conteúdos exclusivos

Veja também

Veja mais no blog da
Di Pratos Multinox
Gestão
Produtos

Artigos mais recentes
Di Pratos Multinox - Equipamentos para Restaurantes Ltda | CNPJ: 60.048.717/0001-35
Copyright © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Bravo Bird - Negócios Digitais