Pratos de melamina (Food Grade)
Tudo o que você precisa saber sobre a Melamina Food Grade

Tudo o que você precisa saber sobre a Melamina Food Grade

| , ,

Tudo o que você precisa saber sobre a Melamina Food Grade

Pratos de melamina (Food Grade)

A melamina, um composto químico feito à base de uma substância alcalina, está presente em muitos produtos – desde CDs e eletroeletrônicos a comidas e bebidas. Isso acontece porque, ao ser somada com outros compostos orgânicos e inorgânicos, é possível fabricar plásticos e até mesmo mercadorias alimentícias. Super versátil! 

Louças e pratos fabricados à base de melamina são muito populares no comércio gastronômico, principalmente pela sua durabilidade, semelhança com a porcelana e, geralmente, baixo custo. É sobre essa função que vamos falar ao longo do artigo! 

Porém, o que nem todos sabem é que os componentes que formam a melamina podem ser prejudiciais à saúde. Por isso, é importante se atentar ao tipo correto da substância quando o seu uso for para o setor alimentício. Por isso, existe o rótulo Food Grade, aquele que determina que o material possui um grau de pureza compatível para o contato com o alimento. 

Por conta das inúmeras dúvidas que cercam o composto químico, selecionamos questões comuns sobre o tema que serão respondidas a seguir. Vamos lá! 

  1. Do que é formada a melamina?
  2. A melamina é segura?
  3. Como saber se a melamina é ou não Food Grade?
  4. Afinal, vale investir na melamina?
  5. Guia prático de segurança

Vale lembrar que sua utilização em diversas áreas se dá ao fato de ter ampla aplicabilidade, baixo custo e ser facilmente obtida. O que leva muitos países ao uso extenso da substância.

Do que é formada a melamina?

A melamina nada mais é do que uma substância de base orgânica encontrada no estado sólido cristalizado. Por isso, sua aparência é embranquecida e semelhante a porcelana. O material é sintetizado comercialmente a partir da ureia e, para este processo, há a formação de bioprodutos como ácido cianúrico. Aproximadamente 66% de sua massa molecular, ou seja, a maior parcela de sua formação é constituída pelo átomo de nitrogênio.

A melamina é segura para comida?

No setor alimentício, a melamina usada deve ser sempre a Food Grade. A substância em si é inofensiva, o grande problema é quando ingerida, que pode causar problemas nos rins e no aparelho digestivo, por exemplo. 

Mas, não entre em pânico! Como citamos na introdução, muitos produtos no ramo gastronômico usam a melamina em sua constituição – mas a Food Grade. Talheres, tigelas, pratos e bowls são os principais exemplos, já ela possui uma aparência semelhante à porcelana e maior resistência. Além dessas características, seu custo é consideravelmente inferior.

Veja também:  Saiba como escolher os fornecedores de alimentos para o seu restaurante

Ou seja, por serem utensílios mais econômicos, visualmente bonitos e com extensa variação de cores e formatos, os artigos de cozinha que possuem o composto são mais procurados e escolhidos. 

Em relação a esta função, é preciso tomar cuidado ao realizar a compra e uso diário do produto por existir uma série de fatores preocupantes relacionados à ingestão. 

Como utilizar a melamina corretamente? 

Quando os pratos ou travessas fabricados com melamina são usados para alimentos frios e não ácidos, os riscos tornam-se praticamente nulos. O oposto do que ocorre com receitas quentes. Sendo assim, nunca cozinhe ou esquente os alimentos nestes produtos.

Ao estar próximo da temperatura de vaporização da água, 100°C, o risco de migração química dos produtos do recipiente para os alimentos é intensificado. Tenha em mente que a partir de 71°C o risco de contaminação já ocorre.

Pratos de melamina para alimentos

Como saber se a melamina é ou não Food Grade?

Existem algumas formas de se certificar que a melamina é Food Grade, mas a principal delas é o rótulo e até mesmo a certificação. Alguns segmentos específicos, como hospitais e empresas da área da saúde, podem exigir a certificação NSF – um registro internacional que assegura padrão de segurança. 

Mas, existem outras formas também práticas. Elas são:

Teste de queima

Queimar uma pequena área do item feito de melamina por cerca de 20 segundos é um dos testes mais conhecidos. Qualquer cheiro forte de gás formaldeído liberado significa que ele não é de qualidade alimentar. A melamina original teria a aparência de queimada, mas nenhum cheiro forte quando queimada. 

Teste de fervura

Outra opção é ferver a melamina por cerca de uma hora. A melamina falsa se deforma e entorta, enquanto a Food Grade não. Cozinhar melamina falsa no vapor também causa irritação nos olhos, tosse e náusea.

Peso

A melamina autêntica deve ser mais pesada e mais espessa, enquanto a falsa tem uma aparência mais semelhante à do plástico.

Superfície de melamina

A melamina Food Grade terá uma superfície mais lisa e brilhante. A melamina falsa tem uma tendência maior de ser facilmente manchada por bebidas de cor escura, como o café e refrigerantes. 

Afinal, vale investir na melamina?

Em uma melamina de boa qualidade, a resposta é com certeza sim! Utensílios de melamina têm um custo relativamente menor que os de cerâmica e porcelana com uma aparência bem semelhante. Além disso, é um material considerado bem mais durável, reduzindo as chances de quebra e, consequentemente, troca das louças do seu bar ou restaurante. 

Outro ponto positivo da melamina é o seu peso, também bem mais leve que itens de porcelana – o que facilita o manuseio e o transporte deles pelos funcionários do seu estabelecimento.

Vale lembrar também que, ao contrário de muitos materiais utilizados na cozinha, a melamina pode ser colocada em máquinas de lavar-louças sem problemas, otimizando o tempo e o custo em lavagens dos utensílios. 

Veja também:  15 ideias de promoções para seu restaurante

Guia prático de segurança para usar a melamina em seu bar, lanchonete ou restaurante

Dicas de segurança podem ser adotadas em seu bar ou restaurante para fazer o uso correto da melamina. Basta atentar-se a elas: 

  • Sirva apenas alimentos e bebidas frias nos utensílios de melamina. Este cuidado já reduz drasticamente os riscos de qualquer problema em relação à ingestão dos seus componentes; 
  • Não armazene alimentos ou bebidas nestes recipientes por longos períodos;
  • Nunca leve um recipiente à base de melamina ao microondas. Na maior parte dos casos, os produtos apresentam a orientação nas etiquetas, portanto atente-se à elas! Se não houver nenhuma especificação, não arrisque; 
  • Utilizar louça de melamina para servir alimentos e bebidas frias ou aquecidos em outros recipientes é seguro, mas desde que não atinja uma alta temperatura na troca de recipientes. Ou seja, da panela para o prato. Procure priorizar receitas frescas;
  • Ao limpar os produtos, tome cuidado para não fazer uso de substâncias abrasivas. 

Com os cuidados ideais, a utilização de utensílios de cozinha produzidos com melamina não apresenta riscos e traz o custo benefício como vantagem, principalmente se forem Food Grade que é o indicado. Oriente sua equipe sobre os cuidados e, para melhores experiências, procure sempre usar utensílios de cozinha com certificações e fornecedores informativos! 

A Di Pratos oferece diversos itens de melamina (food grade), incluindo pratos de melamina, tigelas de melamina, bandejas de melamina, entre outros.

Tenha acesso a conteúdos exclusivos
Tenha acesso a conteúdos exclusivos

Veja também

Veja mais no blog da
Di Pratos Multinox
Gestão
Produtos

Artigos mais recentes
Di Pratos Multinox - Equipamentos para Restaurantes Ltda | CNPJ: 60.048.717/0001-35
Copyright © 2004 - 2021 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Bravo Bird - Negócios Digitais